Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
 

Conheça a Quinta das Lágrimas, em Coimbra, um dos lugares trágicos da história de Portugal, palco da dramática história de amor entre Inês de Castro e Pedro I.

A HISTÓRIA POR TRÁS DA QUINTA DAS LÁGRIMAS

A Quinta das Lágrimas é um lugar histórico que está relacionado com o fim de uma história de amor de um casal que seria a versão portuguesa de “Romeu e Julieta”. Trata-se do relacionamento amoroso entre Inês de Castro e o futuro Rei D. Pedro I de Portugal que além de amor, envolve política, tragédia e lendas. Por este motivo, é impossível falar sobre o que visitar no local, antes de explicar o porquê ele se tornou importante para a história de Portugal.

NÃO CONFUNDA! D. Pedro I de Portugal e D. Pedro I do Brasil não são a mesma pessoa. O primeiro nasceu em 1320 e morreu em 1367 e era filho do Rei Afonso IV. Por sua vez, D. Pedro I do Brasil, era filho do Rei D. João VI, nasceu em 1789 e morreu em 1834, sendo conhecido por D. Pedro IV em Portugal.

>> O ROMANCE DE PEDRO E INÊS

Inês de Castro era uma nobre galega nascida por volta de 1320. Pedro, por sua vez, era um infante, filho do do Rei Afonso IV, também nascido na mesma data. Em 1339, Pedro se casou com D. Constança Manuel, na Sé de Lisboa. No entanto, o futuro rei acabou se apaixonando por uma das damas de companhia de sua esposa, a jovem Inês. O romance começou a ser muito mal visto pela corte que temia que a jovem, de descendência castelhana, pudesse ser um influência negativa sobre o reino. Embora com muitas oposições, o jovem casal continuou a se encontrar às escondidas.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Quadro “Dom Pedro e Dona Inês” (final do século XIX) de Ernesto Ferreira Condeixa

Em 1344, o Rei D. Afonso IV mandou exilar Inês no Castelo de Albuquerque (na fronteira castelhana, atual Espanha) onde havia sido criada por sua tia. Porém, a distância não apagou a chama entre os amantes, que continuaram a manter contato. No ano seguinte, a esposa de Pedro, D. Constança, morreu no parto do futuro Rei D. Fernando I. Pedro viúvo, ignorou as objeções do pai e ordenou o regresso da amada a Portugal, provocando um escândalo na corte. Seu pai, o Rei D. Afonso IV tentou arranjar um outro casamento para o filho, que rejeitou. No entanto, passou a ter vários filhos ilegítimos com Inês. Com receio de que um dos bastardos se tornasse rei de Portugal no futuro e com boatos de que havia planos para matar o único filho legítimo de Pedro, o rei decidiu tomar uma medida drástica para pôr um fim ao dilema.

>> A MORTE DE INÊS DE CASTRO

Pedro e Inês estavam residindo no Paço de Santa Clara na cidade de Coimbra. Conhecido atualmente como Convento de Santa Clara-a-Velha, o local foi construído pela avó de D. Pedro, a Rainha Santa Isabel, com o desejo de que o edifício foi habitado exclusivamente por reis, suas esposas legítimas e seus descendentes. Com receio de que Pedro se casasse com Inês e isso se tornasse um problema político, o Rei Afonso VI deu a ordem de que ela fosse executada.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Pintura “Drama de Inês de Castro” (1901-1904), de Columbano, mostra momentos antes de seu fim trágico

Inês foi assassinada em 7 de janeiro de 1355, provavelmente no Paço de Santa Clara, embora a lenda diga que foi nos Jardins da Quinta das Lágrimas, pelos punhais de três fidalgos. Também segundo a lenda, as lágrimas de Inês derramadas no Rio Mondego (que corta Coimbra) teriam criado a Fonte das Lágrimas na Quinta das Lágrimas e que, inclusive, as algas avermelhadas que ali existem seriam o sangue derramado no momento de sua morte.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Jardins da Quinta das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Fonte das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Placas indicando a Fonte das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Fonte das Lágrimas, nos Jardins da Quinta das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Detalhe avermelhado da Fonte das Lágrimas que, segundo a lenda, seria o sangue de Inês de Castro

>> A REVOLTA DE PEDRO

Após a execução da amada por ordem de D. Afonso VI, Pedro se revoltou contra o pai, que acabou falecendo dois anos mais tarde. Em 1357, D. Pedro I foi coroado rei de Portugal e revelou que havia se casado com Inês às escondidas, em 1354. Em 1360, com a Declaração de Cantanhede, os quatro filhos de ambos foram legitimados. Pedro também ordenou a construção de um túmulo especial para sua amada no Mosteiro de Alcobaça para que seus restos mortais descansassem no local.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Túmulo de Inês de Castro no Mosteiro de Alcobaça

Uma das lendas surgidas anos mais tarde, provavelmente, no século XVI, é que Pedro havia mandado desenterrar a falecida esposa e obrigado a corte a beijar a mão do seu cadáver, coroando sua amada rainha póstuma de Portugal. Por conta desta trágico fim do romance, uma frase se tornou popular: “Pedro, agora Inês é morta!”. D. Pedro I não se casou novamente e morreu doze anos após a sua amada, em 1367. Seu túmulo está bem em frente ao de Inês, do lado oposto da nave da Igreja do Mosteiro de Alcobaça.

NA LITERATURA: O amor de Inês de Castro e D. Pedro I ficou marcado na história de Portugal e foi referenciado em muitas obras ao longo do tempo, incluindo o “Cancioneiro Geral” (1516) de Garcia Resende; “Os Lusíadas” (1572) de Luís Vaz de Camões; “A Castro” (1587) de António Ferreira; entre outras obras relevantes como uma cantata de Bocage e influência na obra de Alexandre Herculano.

A QUINTA DAS LÁGRIMAS

Localizada do lado oposto do centro histórico de Coimbra, atravessando o Rio Mondego, a Quinta das Lágrimas é uma propriedade de cerca de 18 hectares onde fica um antigo palácio do século XIX. “Quinta” é a forma como é chamada uma propriedade rural em Portugal, que consiste em um tipo de fazenda que inclui uma moradia. Inicialmente, o local era conhecido como Quinta do Pombal e era uma área de caça da família real portuguesa. Posteriormente, pertenceu a uma ordem religiosa.

>> O PALÁCIO DA QUINTA DAS LÁGRIMAS

Em 1730, a quinta foi adquirida pela família Osório Cabral de Castro que decidiu erguer um palácio no terreno. No entanto, em 1879, um incêndio destruiu grande parte do edifício, que foi reconstruído no final do século XIX em um estilo bem diferente do original com uma biblioteca e uma capela. O edifício tem um corpo central e dois laterais. Os corpos laterais apresentam varanda com colunas quadradas na fachada.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
O palácio da Quinta das Lágrimas | Foto: site oficial

Durante as décadas de 1980 e 1990, a quinta e o palácio passaram por um profundo projeto de restauração. Em 1995, o luxuoso Hotel Quinta das Lágrimas foi aberto no edifício do antigo palácio, que conta com piscina, campo de golf, spa e dois restaurantes, sendo um deles, o Arcadas, com estrela Michelin.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Área comum do hotel | Foto: site oficial
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Biblioteca do hotel | Foto: site oficial
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Spa do hotel | Foto: site oficial
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Quarto com trecho de “Os Lusíadas” | Foto: site oficial
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Restaurante Arcadas | Foto: site oficial

>> O JARDIM DA QUINTA DAS LÁGRIMAS

Por volta da década de 1850, foi construído um jardim romântico com lagos e plantas exóticas de vários lugares do mundo. Posteriormente, uma porta em arco e uma janela neo góticas, que dão acesso à mata da Quinta foram construídas, junto à entrada da mina construída a pedido da Rainha Santa Isabel.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Entrada para o Jardim da Quinta das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Área dos jardins
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Diversas espécies de plantas

Em 2006, foi a vez de restaurar os jardins, que possuem mais de 50 espécies de plantas, recriado um jardim medieval. Foram feitos restauros nos muros e nos canais onde ficam a “Fonte dos Amores” (homenagem ao amor de Inês e Pedro) e a “Fonte das Lágrimas” (homenagem às lágrimas derramadas por Inês ao ser morta).

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Porta em Arco ao lado da Fonte dos Amores
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Fonte das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Na Fonte das Lágrimas

Além disso, foram plantadas árvores, uma alameda de sequoias, construído o Anfiteatro Colina de Camões, dois Lagos (Lago do Bambuzal e Lago do Anfiteatro) e até mesmo criado um jardim japonês (no interior do hotel).

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Grande árvore na Quinta das Lágrimas
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Lago do Anfiteatro
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Anfiteatro Colina de Camões
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Lago do Bambuzal
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Vista da Alta de Coimbra a partir dos Jardins da Quinta das Lágrimas

Embora o hotel possa ser conhecido somente por quem se hospeda, os jardins estão abertos à visitação. Basta comprar o ticket na bilheteria que fica na rua atrás do hotel. Na entrada, você receberá um folheto com um mapa sobre as principais atrações dos jardins.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Folheto recebido na bilheteria
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Mapa dos jardins

>> A FUNDAÇÃO INÊS DE CASTRO

Os jardins são mantidos pela Fundação Inês de Castro (sediada na Quinta das Lágrimas e instalada na Galeria Inês de Castro), que abriga um Centro de Documentação e um Espaço Museológico. O espaço foi criado em 2005, e, em 2014, foi criado um Sistema Integrado de Informação da Fundação Inês de Castro. No final de 2021, o espaço foi renovado para acomodar a doação da Professora Doutora Maria Leonor Machado de Sousa, que foi a maior autoridade científica do assunto.

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Espaço Museológico da Fundação Inês de Castro | Foto: fundacaoinesdecastro.com
Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro
Retratos modernos dos enamorados Pedro e Inês de Castro

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Jardim da Quinta das Lágrimas
  • Endereço: R. José Vilarinho Raposo 1, 3040-382 Coimbra, Portugal (bilheteria)
  • Horários: 
    • de meados de março a meados de outubro: de terça a domingo de 10h às 19h | fechado às segundas-feiras
    • de meados de outubro a meados de março: de terça a domingo de 10h às 17h | fechado às segundas-feiras
  • Entrada: 2,50€ | 1€ (menores de 15 anos e maiores de 65 anos) | 5€ (2 adultos + 2 crianças)
  • Visitas Guiadas: 5€ por pessoa (mínimo de 5 pessoas)

Guarde esta dica no Pinterest!

Coimbra: Quinta das Lágrimas e a tragédia de Inês de Castro - Viajonários | https://viajonarios.com/quinta-das-lagrimas/ | #viajonarios #coimbra #portugal #inesdecastro #quintadaslagrimas #jardimdaquintadaslagrimas #inesepedro


Leia mais sobre Portugal:

PORTO

LISBOA

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!
 RESERVA DE HOTELUtilize o Booking.com para reservar sua hospedagem!
  ALUGUEL DE CARRO: Faça uma cotação na RentCars  e confira o preço nas principais locadoras do mundo!
 INGRESSOS, TOURS & EXCURSÕESCompre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!
  TICKETS EVENTOS ESPORTIVOSCompre online ingressos para os principais eventos esportivos nos EUA com HelloTickets!
 PASSAGENS DE AVIÃO: Compre passagens de avião e pacotes de viagem na Passagens Promo!
  SEGURO VIAGEMCote com a Seguros Promo para diversos planos e destinos. Use o código "VIAJONARIOS5" para garantir 5% de desconto!
 TREM NA EUROPACompre seus bilhetes de trem com os melhores preços na Trainline!
  CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR com a EasySim4U e saia com o chip funcionando antes de viajar!
  COMPRA DE MOEDA ESTRANGEIRA com as melhores taxas de câmbio com a Exchange Now!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui