Tailândia: O que fazer em Chiang Mai – Roteiro de 3 dias

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
 

Confira este roteirinho completo para aproveitar o melhor de Chiang Mai, a maior cidade do norte da Tailândia. Aqui você vai encontrar dicas de atrações, transportes, restaurantes, hospedagem, passeios e muitas informações importantes para planejar uma viagem bem legal para cidade e para os seus arredores.

A CIDADE DE CHIANG MAI

Fundada em 1296, Chiang Mai é a maior cidade do norte da Tailândia, localizada a cerca de 700 km da capital Bangkok. Seu nome significa “Nova Cidade”, em tailandês. Nova porque ela foi fundada para ser a quarta (e última capital) do antigo reino de Lanna (também conhecido como Lan Na) até o ano 1775, quando o domínio birmanês acabou e o reino foi desmembrando em vários outros. Sua posição geográfica, perto dos rios Ping e Chao Phraya e proximidade com rotas comerciais foi fundamental para sua importância histórica. A cidade possui cerca de 130 mil habitantes, mas a região metropolitana possui quase 1 milhão! Inicialmente, a área da cidade era cercada por um fosso e um muro defensivo, que ainda pode ser visto nos dias atuais. A cidade passou a se desenvolver ainda mais no final do século XVIII e início do século XIX.

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Fosso que cerca a Old City (Cidade Antiga) foi transformado em um belo jardim

Devido a presença de mais de 300 templos budistas, Chiang Mai é uma das cidades mais visitadas da Tailândia. Os turistas aumentaram a demanda por artesanato e formas de arte tradicionais, o que resultou em incentivos para os artistas locais aprimorarem seu trabalho, aumentando assim a prosperidade do setor.

O CLIMA DE CHIANG MAI E QUANDO É MELHOR VISITAR

Chiang Mai possui um clima conhecido como “savana tropical”, com temperaturas elevadas durante o ano todo, embora as condições noturnas durante a estação seca possam ser frias e muito mais baixas do que as máximas diurnas. As temperaturas mais altas são registradas entre março e outubro, podendo ultrapassar os 40ºC, e as mais baixas entre novembro e fevereiro, mas não costumam ficar abaixo dos 15ºC, com raras exceções. As chuvas ficam concentradas entre os meses de maio e outubro. Por este motivo, a melhor época para conhecer a cidade é entre os meses de “inverno” (novembro a fevereiro), quando as temperaturas se reduzem um pouco e há menos chuvas. Nós estivemos na cidade no finzinho de novembro, ou seja, no “inverno”. De inverno, não tem nada! As temperaturas ultrapassavam os 30ºC durante o dia e o sol era muito forte.  Mesmo à noite, era muito abafado.

FESTIVAIS EM CHIANG MAI

Chiang Mai hospeda uma série de festivais tailandeses. Seaparamos abaixo alguns dos mais importantes:

  • LOY KRATHONG (YI PENG): Este famoso festival é realizado na lua cheia do 12º mês do calendário lunar tradicional da Tailândia, que corresponde ao segundo mês do antigo calendário de Lanna. No calendário Gregoriano, que é o que seguimos nos dias de hoje, esse festival acontece, geralmente, em novembro. Todos os anos milhares de pessoas colocam objetos flutuantes em folhas de bananeira (krathong, em tailandês) decoradas com flores e velas. Estes itens são colocados na água em adoração da Deusa da Água. Além disso, lanternas de ar quente feitas e papel são lançadas no ar. Acredita-se que as lanternas ajudam a livrar os habitantes locais de problemas.
  • SONGKRAN: Realizado em meados de abril, este festival é uma celebração tradicional do Ano Novo Tailandês. Começa oficialmente a ser celebrado no primeiro dia da quinta lua crescente e dura três dias, geralmente de 13 a 15 de abril. Uma variedade de atividades religiosas acontecem todos os anos, juntamente com atividades divertidas (uma das mais comuns é a guerra de água pelas ruas da cidade), desfiles e concursos.
Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Lanternas coloridas decoram o complexo do Wat Phra Singh

  • CHIANG MAI FLOWER FESTIVAL: É um festival de três dias realizado durante o primeiro fim de semana de fevereiro de cada ano. Esse evento ocorre quando as flores de Chiang Mai estão florescendo.
  • TAM BUN KHAN DOK (INTHAKHIN): Começa no dia da lua minguante do sexto mês lunar (geralmente, entre maio e junho) e tem uma duração de 6 a 8 dias. De acordo com a lenda na qual o festival se baseia, um tempo antes da fundação de Chiang Mai, o povo Lawa que então morava lá recebeu um pilar do deus Indra para protegê-lo contra desastres.

COMO CHEGAR DO AEROPORTO AO CENTRO

O Aeroporto de Chiang Mai (CNX) foi inaugurado em 1921 como Suthep Airport e é considerado a maior porta de entrada para o norte da Tailândia. Atualmente, ele é o quarto aeroporto mais movimentado do país. O aeroporto é composto por dois terminais, um doméstico e um internacional e possui uma pista para pousos e decolagens. Confira as principais formas de deslocamento do Aeroporto ao centro de Chiang Mai:

  • AIRPORT SHUTTLE BUS: Há um serviço de ônibus shuttle para atender a viajantes que querem ir até o centro da cidade de van. É preciso ir até o balcão de atendimento no Piso 1 do Terminal Internacional, Portão 9. As vans partem a cada 30 minutos e há 3 rotas disponíveis. As duas primeiras possuem o custo de 40 Baht por pessoa e a última tem uma tarifa no valor de 60 Baht.
  • TÁXI: Para utilizar o serviço de táxi você pode ir até o balcão de táxi no 1º andar do Terminal Doméstico ou no 1º andar do Terminal Internacional. Há vários modelos e diversos tamanhos de carros e as tarifas fixas são de 160 Baht.

Leia mais: Tailândia: Como ir do Aeroporto de Chiang Mai ao centro

Tailândia: Como ir do Aeroporto de Chiang Mai ao centro
Aeroporto de Chiang Mai. Foto: divulgação

COMO SE LOCOMOVER EM CHIANG MAI

A maior parte das atrações de Chiang Mai ficam dentro da Old City e, portanto, são facilmente acessíveis a pé. Uma das coisas que mais nos surpreendeu em Chiang Mai é que é bem difícil ser pedestre na cidade. Várias ruas não possuem calçadas ou elas existem e são tomadas por barquinhas de comida ou motos estacionadas. Algumas ruas têm faixas de pedestres, mas não necessariamente elas são respeitadas. Não há semáforo de pedestres dentro do centro antigo, dificultando bastante atravessar ruas, já que os motoristas não colaboram nadinha com a gente. Outra coisa que nos causou espanto na cidade é que como existem muitas feiras de rua e barquinhas de comida, há muitos sacos de lixo nas calçadas. Por conta disso, a presença de ratazanas (sim, ratazanas!) é bem frequente, principalmente, à noite. Todas as noites em que saímos a pé pela cidade para irmos jantar, escutávamos barulho de ratazanas tentando remexer nos sacos e lixo e tivemos o desprazer de uma delas passar a centímetros dos nossos pés em uma calçada.

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
A vida de pedestre não é fácil em Chiang Mai

PARA IR A LUGARES MAIS DISTANTES

Os habitantes locais costumam se locomover de moto e, cada vez mais, de carro. O transporte público é feito via tuk-tuk (um tipo de veículo motorizado, geralmente, de 3 rodas), songthaew (estilo de picape adaptada para passageiros que pode ser público, geralmente na cor vermelha, e privado, na cor amarela), ônibus ou rickshaw (táxi de bicicleta puxado por uma pessoa). Negocie o preço do tuk-tuk, songthaew e rickshaw antes de entrar no veículo e evitar transtornos na hora do desembarque. Vale lembrar que durante o horário de pico, o trânsito costuma estar muito congestionado e, às vezes, caótico. A cidade de Chiang Mai também conta com serviço de táxi (também negocie antes de entrar porque há muitos motoristas mal intencionados) e de Grab (equivalente ao Uber na Ásia).

O QUE FAZER EM CHIANG MAI

Colocamos todas as nossas dicas citadas no post no mapa interativa abaixo. Aqui você vai encontrar dicas de atrações, restaurantes, hotéis, mercados e centros de compras na cidade de Chiang Mai. Separamos as atrações por cores, de acordo com os dias. Há também outras atividades relacionadas e locais interessantes para visitar, caso você tenha mais tempo na cidade.

DIA 1: ATRAÇÕES DA ANTIGA CIDADE MURADA

Separe o primeiro dia em Chiang Mai para conhecer a parte antiga da cidade, que fica dentro de uma antiga muralha construída para proteger os habitantes de ataques. Esta área possui uma enorme concentração de templos budistas. Há muitas coisas interessantes para conhecer nesta região e você pode até fazer uma aula de culinária, uma massagem em uma escola de cegos. À noite, pode visitar um mercado noturno e assistir a uma luta de Muay Thai no Thaphae Boxing Stadium. Se você tiver mais tempo na cidade e puder dividir as atrações desse dia em 2 dias, melhor ainda!

1. MURALHAS, PORTÕES E FORTES

Uma das características mais marcantes no centro antigo de Chiang Mai é, sem dúvida, o fato de a cidade ficar dentro de uma muralha em formato de quadrado. As muralhas foram construídas na época da fundação da cidade. Chiang Mai foi construída de acordo com os princípios astrológicos e religiosos tradicionais. Isso significa que todos os aspectos do layout da cidade, incluindo muros, portões e fossos, foram projetados para apaziguar espíritos e deuses para proteger a cidade. Embora muitas paredes e portões tenham sido destruídos ou desmontados ao longo dos séculos, muitos esforços ​​para reconstruí-los foram feitos nos tempos modernos. Assim, quando você visita, pode ver a cidade da mesma forma que deveria ter aparecido há mais de 500 anos. Muitos passeios começam no Tha Phae Gate, do lado leste da cidade, que foi reformado na década de 1980. Entre outros destaques da muralha estão as seguintes atrações: Fort of Ka-tham, Pratu Chiang Mai, Suan Pung Gate, Fort of Ku-Hueang, Suan Don Gate, Hut Lin Corner e Fort of Sri-Poom.

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Tha Phae Gate

2. TEMPLOS BUDISTAS

Em uma cidade com mais de 300 templos (wat, em tailandês), fica impossível conhecer a todos eles em poucos dias. Existe uma grande concentração deles na cidade antiga e eles serão a principal atração deste seu primeiro dia na cidade. Nós separamos 21 deles para conhecer dentro da muralha (ou bem pertinho dela) através de uma caminhada a pé. Também escrevemos um post dedicado falando sobre eles e mais outros 4 um pouco mais distantes do centro que serão citados adiante. A maioria deles possui entrada gratuita. Confira nossa sugestão de templos para visitar neste dia e veja mais detalhes sobre cada um deles no post dedicado (sugerimos também 5 templos imperdíveis para quem tem pouco tempo).

  • Wat Phra Singh
  • Wat Muen Ngoen Kong
  • Wat Puak Hong
  • Wat Sri Suphan (Entrada: 50 Baht)
  • Wat Chedi Luang (Entrada: 40 Baht)
  • Wat Phantao
  • Wat Chai Pra Kiat
  • Wat Inthakhin Sadue Muang
  • Wat Duang Dee
  • Wat Pan On
  • Wat Ou Sai Kham
  • Wat Mahawan
  • Wat Buppharam (Entrada: 20 Baht)
  • Wat Pa Pao
  • Wat Chiang Man
  • Wat Chiang Yuen
  • Wat Hua Khuang
  • Wat Rajamontean
  • Wat Lok Moli
  • Wat Dab Pai
  • Wat Prasat

Leia mais: Tailândia: Conheça 25 Templos em Chiang Mai

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Wat Sri Suphan, o Templo de Prata, um dos mais famosos de Chiang Mai
Tailândia: Conheça 25 Templos em Chiang Mai
Um dos edifícios do complexo Chedi Luang

Tailândia: Conheça 25 Templos em Chiang Mai
Área interna do Wat Chiang Man, o templo mais antigo de Chiang Mai

DIA 2: ATRAÇÕES FORA DA CIDADE MURADA

Neste dia a nossa dica é conhecer algumas atrações um pouco mais distantes do centro antigo de Chiang Mai. Algumas delas você conseguirá conhecer através de uma caminhada a pé, mas outras delas será necessário usar um dos meios de transporte que descrevemos no início deste post.

1. WAT PHRATHAT DOI SUTHEP

Wat Phra That Doi Suthep, normalmente chamado de “Doi Suthep” ou Templo da Montanha, é um templo localizado em uma montanha de mesmo nome que fica a cerca de 15 km de Chiang Mai. Ele é considerado o mais importante de Chiang Mai e, por isso, acaba sendo o mais visitado. Erguido em uma altitude de mais de mil metros, o local proporciona vistas impressionantes do centro da cidade. O templo foi fundado em 1383 e, com o tempo, foi se expandindo e ficando mais suntuoso, com a adição de vários santuários sagrados. O monumento banhado a ouro original é a área mais sagrada do recinto do templo. Dentro do local há pagodas, estátuas, sinos, um museu e santuários. Devido a sua importância, escrevemos um post dedicado ao templo recheado de informações e fotos.

  • Endereço: 9 หมู่ที่ 9 Tambon Su Thep, Amphoe Mueang Chiang Mai 50200, Tailândia
  • Horários: diariamente de 6h às 18h
  • Entrada: 30 Baht

Leia mais: Doi Suthep: Principal templo budista de Chiang Mai, Tailândia

Doi Suthep: Principal templo budista de Chiang Mai, Tailândia
A bela pagoda dourada do Doi Suthep

2. WAT UMONG SUAN PHUTTHATHAM

Esse templo fica localizado na subida da montanha Doi Suthep e foi construído em 1297 pelo Rei Manglai da dinastia Lanna. É o templo mais verdade de Chiang Mai, cujo complexo ocupa uma área de 15 acres arborizados. O templo é famoso por seus túneis antigos e grandes Chedi (pagoda budista). Existem túneis com imagens budistas abaixo do chedi que podem ser facilmente explorados. Você pode alimentar os peixes, tartarugas e patos em um grande lago. Também é possível praticar meditação em Wat Umong e aprender com os monges. O templo tem uma biblioteca que também serve como museu ao lado da estrada de entrada, onde assuntos budistas podem estudados. Você pode chegar lá através de um tour guiado, táxi (cerca de 250 Baht), songthaew (caminhonete convertida com bancos atrás) por cerca de 70 Baht, ou tuk tuk (entre 100 e 150 Baht).

  • Endereço: 135 หมู่ที่ 10 Tambon Su Thep, Amphoe Mueang Chiang Mai 50200, Tailândia
  • Horários:  diariamente de 6h às 17h
  • Entrada: gratuita
Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Chedi em Wat Umong Suan Phutthatham

3. WAT SUAN DOK

Também localizado fora da parte murada de Chiang Mai, este é um templo muito antigo, construído na segunda metade do século XIV, conhecido por seu grande número de chedis e pagodas brancas. Wat Suan Dok significa “Templo do Jardim de Flores” e deriva seu nome do local em que foi construído, uma vez que a área do templo já foi usada como um jardim de flores reais pelo governante de Chiang Mai. A característica mais notável do Wat Suan Dok é o grande número de chedis. O chedi dourado mais alto no estilo do Sri Lanka tem 48 metros de altura e contém a relíquia do Buda. Um grande número de chedis brancos menores contém as cinzas de membros de várias gerações da Família Real de Chiang Mai. Se você estiver interessado em aprender sobre técnicas de budismo ou meditação, um programa de bate-papo com os monges e retiro de meditação estão disponíveis.

  • Endereço: 139 Suthep Rd, Tambon Su Thep, Amphoe Mueang Chiang Mai 50200, Tailândia
  • Horários: diariamente de 6h às 21h
  • Entrada: 20 Baht (salão principal) | gratuita para a parte branca
Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Wat Suan Dok

4. WAT JED YOD

Wat Jed Yod (também conhecido como Wat Chet Yot) é um complexo de templo da era Lanna que contém uma arquitetura única. Ele é um templo real que remonta do século XV e possui um estilo arquitetônico que mostra a influência de Lanna, do Laos, do Reino de Rattanakosin, dos chineses e dos indianos. O templo foi construído durante o reinado do rei Tilokkarat, rei do Reino de Lanna, de 1441 a 1487. As cinzas do rei estão guardadas em um chedi nas dependências do templo. O destaque do Wat Jed Yod é o viharn, de onde o templo deriva seu nome. Jed Yod significa 7 picos, referindo-se aos 7 chedis no topo da estrutura. As paredes externas do viharn são decoradas com 70 figuras de Thewada, uma espécie de seres celestes, em diferentes posturas. Dentro do viharn, há um grande Buda sentado em um pedestal com uma imagem um pouco menor de Buda à frente, colocada em frente à entrada. Um dos lados do viharn contém um túnel como estrutura onde uma grande imagem de Buda sentada é consagrada. Ao lado do viharn existem dois grandes gongos e vários sinos. Atrás do viharn fica o ubosot ou salão de ordenação.

  • Endereço: 90 Tambon Chang Phueak, Amphoe Mueang Chiang Mai 50300, Tailândia
  • Horários: diariamente de 6h às 18h
  • Entrada: gratuita
Tailândia: Conheça 25 Templos em Chiang Mai
Wat Jed Yod. Foto: renew-travel.com

5. CHIANG MAI NATIONAL MUSEUM

O Museu Nacional de Chiang Mai é um museu que conta a exposição de itens que procuram contar a história, cultura e tradições do antigo Reino de Lanna. O museu é composto por três andares, cada um dos quais exibe itens e artefatos relacionados às artes e culturas do norte da Tailândia. Inicialmente, os visitantes conhecem mais sobre o cenário geográfico da região, bem como a história da migração e colonização de povos tribais pré-históricos que formaram o primeiro reino do norte da Tailândia. Em seguida, há uma exposição dedicada ao Reino de Lanna e outra sobre os laços históricos entre Chiang Mai e o Sião. Os visitantes também têm a oportunidade de aprender sobre a histórica comercial e econômica da região e histórias da vida cotidiana dos povos tribais. A última galeria de exposições apresenta a evolução e o desenvolvimento das belas artes de Lanna.

  • Endereço: Chang Phueak, Amphoe Mueang Chiang Mai, Chang Wat Chiang Mai 50300, Tailândia
  • Horários: de quarta a domingo de 9h às 16h / fechado às segundas e terças-feiras
  • Entrada: 30 Baht

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Museu Nacional de Chiang Mai. Foto: divulgação

DIA 3: TOUR NO ELEPHANT NATURE PARK

O Elephant Nature Park (ENP) é um santuário e centro de resgate de elefantes que fica localizado a cerca de 60 km ao norte da cidade de Chiang Mai. Os parques oferecem refúgio para elefantes resgatados e operam sob um modelo de negócios em que os visitantes podem visitar e ajudar a cuidar dos animais. Há uma programação variada de projetos envolvendo o Elephant Nature Park, desde visitas de poucas horas a programas de voluntariado mais longos.

  • Endereço: 209/2 Sridom, Ruam Chai Alley, Amphoe Mae Taeng, Chang Wat Chiang Mai 50100, Tailândia
  • Horários: de segunda a sábado de 9h às 17h
  • Entrada: a partir de 2.500 Baht

Leia mais: Elephant Nature Park: Santuário de Elefantes em Chiang Mai

Elephant Nature Park: Santuário de Elefantes em Chiang Mai
Elephant Nature Park

TEM MAIS TEMPO? CONFIRA MAIS DICAS!

Confira mais sugestões para o caso de você ter mais tempo em Chiang Mai ou tenha interesse em substituir alguma das atividades que mencionamos acima. Veja algumas sugestões:

  • GRAND CANYON DE CHIANG MAINem conseguimos acreditar quando vimos que existe um “Grand Canyon” em Chiang Mai! O Hang Dong Canyon fica a cerca de 40 minutos do centro da cidade. O local foi criado artificialmente, mas se tornou um lugar turístico excelente para prática de esportes na água. A Maryana Teles do Blog Vida Mochileira esteve lá e adorou a experiência. Compre seu ingresso neste link.
  • DOI INTHANON NATIONAL PARK: Este parque nacional fica a cerca de 85 km de Chiang Mai e há diversas opções de excursões que saem do centro da cidade e levam os visitantes para um dia no local. O parque é o lugar mais alto de Chiang Mai e proporciona uma linda vista para as montanhas. Confira algumas opções de tour neste link.
  • TOURS PARA CHIANG RAI: Para quem tem pouco tempo, um passeio bacana a considerar é um tour para Chiang Rai, a primeira capital do Reino de Lanna. A cidade é repleta de história, templos incríveis e muitas atrações interessantes. Este tour bate-volta é uma boa pedida.

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Templo Branco em Chiang Rai

NÃO RECOMENDAMOS: MULHERES GIRAFA, TIGER KINGDOM E ELEPHANT SHOW

Você pode ficar tentado em participar uma excursão para conhecer tribos das mulheres girafa, aquelas mulheres que, desde pequenas, colocam argolas no pescoço e já apareceram em vários programas de televisão. Se nós pudermos dar um conselho é: não faça esse tipo de tour e não alimente este tipo de turismo. Da mesma forma que somos completamente contra fazer passeios com exploração animal como andar em cima de um elefante, por exemplo, também somos contra passeios que contribuam para a exploração humana. Foi um post do excelente blog 360 Meridianos que nos alertou a respeito disso. As mulheres girafa são refugiadas do Myanmar e a Tailândia não segue os regulamentos da ONU para refugiados, proibindo-as de sair das áreas demarcadas pelo governo. Elas são exploradas como atração turística como se estivessem em um zoológico e isso é muito triste.

Quanto aos tours ao Tiger Kingdom e Elephant Show, nós só podemos lamentar que esses tipos de atrações ainda existam. Para que pessoas possam se aproximar de tigres, esse animais são dopados e maltratados. É uma ilusão quem pensa que eles são “bonzinhos” porque comeram demais. Esses animais são explorados em nome do lucro a qualquer custo. Elefantes são castigados e sofrem violências físicas para que sirvam de entretenimento para as pessoas. A Tailândia é um país tão incrível, tão rico culturalmente. É totalmente desnecessário continuar financiando atividades cruéis como essas para ter uma viagem bacana. Vamos praticar o turismo consciente e dizer não à exploração.

TOURS EM CHIANG MAI E ARREDORES

Tours e excursões em Chiang Mai e nos seus arredores não faltam. Estão também disponíveis passeios de 1 dia inteiro para locais próximos. Confira abaixo algumas das opções disponíveis para aproveitar o melhor da cidade.


MERCADOS E COMPRAS EM CHIANG MAI

Os mercados noturnos de Chiang Mai são famosos e se estendem por vários quarteirões da cidade ao longo de trilhas, dentro de prédios e terrenos do templo e em praças abertas. Todos os fins de semana, Chiang Mai fica vibrante, com barraquinhas que tomam conta da cidade, vendendo uma variedade de artigos, bijuterias, presentes e alimentos. Veja mais detalhes sobre os principais mercados e centros de compras:

  • Todo sábado à noite, ocorre o Saturday Night Market um mercado de artesanato é realizado ao longo da Wua Lai Road, a rua prateada de Chiang Mai no lado sul da cidade. Outros dois bons mercados que ficam ali pertinho são o Kalare Night Bazaar e o Anusarn Market.
  • Não perca também o Sunday Walking Street, um grande mercado de artesanato e alimentos abre todos os domingos entre 16h e meia-noite na Rachadamnoen Road, a rua principal do centro histórico, que é, então, fechada ao tráfego motorizado.
  • Se você não estiver em um final de semana na cidade, aproveite para conhecer o Night Bazaar, que acontece todos os dias a partir de 17h. Este é um famoso bazar noturno de artes e artesanato locais.
Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Mercado noturno em Chiang Mai

ONDE COMER EM CHIANG MAI

Chiang Mai é considerada uma das cidades mais vegan friendly do mundo! E o motivo disso é que existem muitos restaurantes que servem comida vegetariana ou vegana na cidade. Desde 2017, uma tendência começou a cidade com a abertura de restaurantes vegetarianos e veganos praticamente todos os meses. E muitos que não são totalmente vegetarianos e veganos servem pelo menos algum prato sem nenhum ingrediente de origem animal. O incrível site HappyCow apresenta uma seleção de mais de 150 opções vegan/vegetarian friendly! Uma bela pedida para veganos como nós. Se você (ainda) não veio para o “lado verde da força”, não tem problema! Há também opções diversas de restaurantes e pratos com carnes e frutos do mar. No mapa interativo, você vai encontrar diversas opções de restaurantes (em vermelho, os não veganos e, em amarelo, os veganos). Nós também escrevemos um post falando um pouco sobre nossas experiências gastronômicas na cidade.

Leia mais: Tailândia: 3 dicas de restaurantes em Chiang Mai

Tailândia: 3 dicas de restaurantes em Chiang Mai
Tábua incrível e refrescante em um restaurante de Chiang Mai

ONDE SE HOSPEDAR EM CHIANG MAI

Durante os dias em que estivemos em Chiang Mai, nós ficamos hospedados no BED Phrasingh, um hotel 3 estrelas é super bem localizado, no centro histórico da cidade, facilitando muito para quem quer aproveitar para conhecer a cidade através de curtas caminhadas a pé. Falamos sobre nossa experiência em um post dedicado.

Leia mais: Tailândia: Hospedagem em Chiang Mai – Hotel BED Phrasingh

Tailândia: Hospedagem em Chiang Mai - Hotel BED Phrasingh
Um dos quartos do hotel. Foto: divulgação

Opções bacanas não faltam na cidade. Recomendamos que você procure se hospedar dentro da cidade murada ou nos seus arredores. Assim, ficará bem fácil para se deslocar a pé pela maioria das principais atrações de Chiang Mai. Em seguida, veja uma lista de hotéis para todos os gostos e bolsos que separamos. São opções bem localizadas e bem avaliadas pelos hóspedes.

RESERVE AGORA seu hotel e economize até 50%. Leitores do Viajonários estão com um SUPER DESCONTO! E o melhor, com CANCELAMENTO GRÁTIS*!



Booking.com


*confira os hotéis com cancelamento grátis no site

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias
Um dos quartos espaços do Phra Singh Village. Foto: divulgação

Guarde estas dicas no Pinterest!

Tailândia: O que fazer em Chiang Mai - Roteiro de 3 dias- Viajonários | https://viajonarios.com/chiang-mai/ | #viajonarios #thailand #tailandia #chiangmai #roteiro #oquefazer

VAI VIAJAR? PROGRAME AQUI SUA VIAGEM!
 RESERVA DE HOTELUtilize o Booking.com para reservar sua hospedagem!
  ALUGUEL DE CARRO: Faça uma cotação na RentCars  e confira o preço nas principais locadoras do mundo!
 INGRESSOS, TOURS & EXCURSÕESCompre online ingressos para as principais atrações no mundo com Get Your Guide!
  TICKETS EVENTOS ESPORTIVOSCompre online ingressos para os principais eventos esportivos nos EUA com HelloTickets!
 PASSAGENS DE AVIÃO: Compre passagens de avião e pacotes de viagem na Passagens Promo!
  SEGURO VIAGEMCote com a Seguros Promo para diversos planos e destinos. Use o código "VIAJONARIOS5" para garantir 5% de desconto!
 TREM NA EUROPACompre seus bilhetes de trem com os melhores preços na Trainline!
  CHIP INTERNACIONAL DE CELULAR com a EasySim4U e saia com o chip funcionando antes de viajar!
  COMPRA DE MOEDA ESTRANGEIRA com as melhores taxas de câmbio com a Exchange Now!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui